Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Devaneios de Miss L

25
Jun21

SONHOS TRAÇADOS || TEXTO AUTORAL


Miss L

Olá Nossos Devanienses!

 

Luar, Noite, Nuvens, Céu, Lua Cheia, Escuro

 

Estava a pensar em novos conteúdos para vocês. Durante o banho (sim, durante o banho) tive a ideia de escrever um conto para vocês. Um capítulo por dia. um conto de terror.

Vamos começar.

Capítulo 1

Estávamos no início do Verão e eu e a minha Melhor Amiga Camila combinámos passar 15 dias juntas numa casa arranjada pelo Pai dela. No meio de nenhures, claro. A Camila é uma querida, uma profissional maravilhosa, mas tem um gosto muito peculiar que não sai dela, adora aldeias. Embora tenha nascido na cidade. Ninguém é perfeito. Eu sou citadina dos pés à cabeça. Gosto da confusão e de ter tudo à mão. Porém, nesses 15 dias, o importante era esta com a minha Ca, visto que já não estávamos juntas há quase 1 ano. 

Além disso, havia uns temos que não tinha ideias para o meu trabalho e, talvez isto me ajude. Eu já estava há um mês a preparar tudo, pois sei que me vai faltar tudo, mas Camila deixou tudo para a última da hora. Ela não tinha imenda, mas como se dizia, o importante é ter saúde.

Claro que teve de ser a Camila a conduzir, pois eu mesmo tendo a carta de condução, tenho medo de conduzir. Eu bem referi anteriormente que ninguém é perfeito. Dividímos o combustível e lá fomos nós. 

Falamos de tudo e de nada. Comunicarmos por telemóvel não é a mesma coisa. Se não fosse pela Ca, já estaria arrependida desta viagem. Quando chegámos lá, não existia mesmo nada à volta. Nada. Nem um mini-mercado. A casa mais próxima era a 10 quilómetros e o mercadinho da aldeia muito mais longe, 15 quilómetros. Sim, longos 15 quilómetros. A Ca riu-se e afirmou que ainda bem que eu tinha trazido tanta comida. Eu rodei os olhos sem resposta.

Levámos tudo para dentro e mal coloquei os pés dentro daquele local, arrepiei-me e fiquei enjoada. A Camila gracejou e desvalorizou, afirmando que só precisava duma limpeza profunda. Ainda afirmou que talvez vendesse o apartamento que lhe arranjei e comprasse aquela casa, pois é exactamente aquilo que prefere. 

-Tu gostas mesmo de me irritar, Ca. - suspirei.

-Carlota, diverte-te e aproveita a natureza.

Demorámos umas seis horas a arrumar e limpar tudo. Ficamos na parte superior. Cada uma na sua suite. A Ca afirmou que nem tudo era mau nas aldeias. Uma das portas estavam fechada, pois segundo o Pai da Ca, era onde o dono tinha as suas coisas. 

Fomos para o andar de baixo, pois estávamos com muita fome. Acendi uma das minhas velas para alíviar o ambiente. A Camila decidiu que não iria comer carne, nem peixe nos próximos 15 dias. Ela faria, simplesmente, para desentoxicar o organismo. Eu sou ovo-vegetariana há 1 ano, após 4 anos como pescetariana. 

Jantámos uma salada de ovo. Depois fomos para sala ver um filme (de terror, claro, o nosso género favorito).

Fui buscar o meu computador portátil e a internet móvel (Sim, eu pedi uma só para o meu computador para conseguir trabalhar). Acabei por adormecer a meio e acordei no final. Era muito chato. Apaguei a vela. Estava mais do que na hora de irmos descansar.

 

*

 

Às 9 horas e 33 minutos, arranjei-me ( mas voltei a vestir o pijama) e comi os meus cereais. Levei o portátil, a internet e a vela para a minha querida suite. Respirei fundo e tentei escrever o artigo do dia seguinte. Sim, do dia seguinte, estou mesmo sem ideias. Contei como correu a viagem e admiti que não estava a gostar muito, tirei umas fotografias para manter a rede social activa. Vida de Blogger que tem contas para pagar. 

Agendei para o dia seguinte, à uma da manhã como de costume. A Camila ainda estava a dormir, por isso, fui beber um chá. Tirei uma fotografia com o chá e coloquei uma boa legenda. 

Fui espreitar a Ca, pois já eram quase 15 horas. Ao lado do quarto dela estava o quarto fechado. Ouvi como se tivessem a bater por dentro, mas ignorei, pois pensei que algo tivesse caído ou assim ( Não iria verificar, nem que me pagassem). A Ca ainda dormia. Suspirei. Decidi, então, beber outro chá, e ler um livro que tinha trazido e que já ia a meio. O meu primeiro livro de Camilo Castelo Branco, "O que fazem mulheres". Estava a tentar ler mais livros de Autores nacionais (para ter conteúdo, claro). Sentei-me no sofá do andar debaixo, com o chá, o livro, uma caneta (Adoro sublinhar e escrever a caneta) e o smartphone para usar como dicionário (grata pelos dados móveis). Era uma leitura diferente, visto que era de 1858. Esta era a data da primeira publicação. Dai haver palavras como objurgatória, que significa censura. 

Ouvi uns passos no andar de cima, mas devia ter sido impressão minha, pois a Camila não desceu. Ignorei. Continuei a ler até às 16 e 23 minutos. Subi para acordar a Camila, já chegava de se armar em preguiçosa. Olhei de relance para a porta fechada e estava aberta, mas quando virei para a mesma, estava trancada como sempre. Foi impressão minha.

Abri as persianas e disse que estava com muita fome. Ri-me sonoramente de forma divertida.

-Mas tu disseste que ias trazer, pois estavas quase acabar. - afirmou sonolenta. - Mas demoraste tanto que adormeci de novo.

-Sim, sim. Andas a sonhar demasiado. 

Descemos e na cozinha, tinha arroz, salada e hamburgueres de grão de bico. A Camila riu-se e declarou que eu tinha muita piada. Decídimos comer antes que arrefecesse. A Camila dizia que a minha comida estava muito boa. Não sei como, mas a Camila cozinhou enquanto eu estava a ler e estava a fazer-se de engraçadinha. 

Comemos deliciada. Porém, a cada garfada, ficava cada vez mais arrepiada e com uma sensação estranha. A meio da refeição, a Camila começou a vomitar bastante. Assustei-me e comecei a ajuda-la. Encaminhei-a para o seu quarto. Desci, fiz-lhe um chá para a ajudar a adormecer. Deixei-a sozinha e fui limpar o vómito dela. Acabei de arrumar a cozinha.

 

Beijokitaz

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub